MT: Gestante e obesos livres de catracas

Veículo: Diário de Cuiabá - MT
Compartilhe

Para evitar constrangimentos, um projeto de lei apresentado à Câmara Municipal de Cuiabá, prevê que obesos e gestantes deixem de utilizar as catracas dos ônibus da cidade. A Associação Mato-grossense de Obesidade (AMO) apoia a iniciativa, tendo em vista que traz mais dignidade à pessoa obesa. Para a presidente da AMO, Silvane Aparecida Gadani, o projeto traz com toda certeza, mais dignidade para o obeso. Vai evitar muito constrangimento, muitas piadas e situações envolvendo ironia, no qual eles são alvos diariamente , disse. Para as gestantes, a catraca ainda oferece risco à saúde, já que é preciso aplicar força no equipamento para que ele gire. Com o espaço muito estreito, forçar a barriga para fazer o movimento oferece risco à usuária. O projeto já está nas mãos da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da casa de leis, e já foi considerado um ótimo projeto que atende as necessidades da coletividade. A aprovação deve acontecer nos próximos dias, após o parecer da comissão.  Para ela, o espaço na frente é muito pequeno. 90% dos obesos não estão acima do peso porque comem demais. A entrada pelo fundo permite melhor locomoção , finaliza a presidente.

Temas deste texto: