Operação humanitária é retomada em Homs, cidade rebelde da Síria

Veículo: O Estado do Maranhão - MA
Compartilhe

A operação humanitária foi retomada nesta quarta-feira (12) na cidade rebelde de Homs, onde moradores bloqueados por um cerco do Exército sofrem com a fome e a miséria, enquanto as negociações em andamento em Genebra para tentar encontrar uma solução pacífica para o conflito na Síria permanecem estagnadas. De acordo com o governador de Homs, Talal Barazi, 217 civis foram retirados nesta quarta da zona controlada pelos rebeldes nesta cidade do centro da Síria. A violência no país não dá sinais de redução, mesmo com o início das negociações entre o regime e a oposição, no dia 22 de janeiro. O número de mortos nunca foi tão elevado em três anos de revolta, segundo uma ONG síria. Desde sexta-feira (7), em virtude de um acordo entre regime e rebeldes negociado pela ONU, mais de 1,4 mil pessoas foram retiradas – crianças, mulheres e idosos, em sua grande maioria.

Temas deste texto: