Organização lança campanha em combate ao número de jovens negros mortos no Brasil

Veículo: Correio da Bahia - BA
Compartilhe

No mês da Consciência Negra, a Anistia Internacional lançou neste domingo (9) a campanha "Jovem Negro Vivo", que busca reduzir o homicídio de jovens negros no país. Um levantamento feito em 2012 apontou que de 56 mil pessoas mortas no Brasil, 30 mil eram jovens de 15 a 29 anos. Destes, 77% eram negros, correspondendo a 4 de cada 5 jovens brasileiros."Apesar dos altíssimos índices de homicídio de jovens negros, o tema é em geral tratado com indiferença na agenda pública nacional. As consequências do preconceito e dos estereótipos negativos associados a estes jovens e aos territórios das favelas e das periferias devem ser amplamente debatidas e repudiadas", afirma a organização em um comunicado. A Anistia Internacional lançou um vídeo que busca colher assinaturas e apoios a favor de políticas públicas para a juventude negra do país, contando com a colaboração do rapper Criolo, que cedeu a música "Duas de Cinco"."É razoável que lidemos com normalidade com a execução de adolescentes? Não se trata de apontar o dedo para a imprensa. Apontemos para nós todos. Convivemos com normalidade com esses fatos. Convivemos com normalidade com a morte de 1 milhão de brasileiros em pouco mais de duas décadas. É a maior tragédia da nossa história desde a escravidão", escreveu o diretor executivo da organização, Atila Roque, em uma coluna do jornal O Globo.

Temas deste texto: