PA: Campanha previne hanseníase e doenças parasitárias em Belém

Veículo: O Liberal - PA
Compartilhe

A 2ª Campanha Nacional de Hanseníase e tratamento preventivo de Geo-helmintíases já começou nas escolas de Belém (PA). O programa do Ministério da Saúde (MS) será voltado para alunos de escolas públicas estaduais e municipais, na faixa etária de 5 a 14 anos. Em Belém, uma parceria foi firmada entre secretarias para atingir esse grupo prioritário – em torno de 64.715 discentes no município. A campanha atingirá mais cem escolas e será dividida em duas etapas. Na primeira, serão atendidas as 59 unidades que possuem o Programa Saúde na Escola (PSE). Já na segunda serão os demais estabelecimentos de ensino. A meta é tratar 80% dos estudantes com medicamento para verminose e investigar sinais e sintomas de hanseníase em 70% dos alunos através de visita às escolas. A hanseníase é uma doença infectocontagiosa que atinge principalmente a pele e os nervos, podendo afetar a face e membros. Se não for tratada, ela pode causar incapacidade ou deformidades. O diagnóstico e tratamento são disponibilizados gratuitamente na Rede Básica de Saúde de Belém.

Temas deste texto: