Palestinos doentes são evacuados de campo de refugiados na Síria

Veículo: Estado de Minas - MG
Compartilhe

Dezenas de refugiados palestinos gravemente doentes ou vulneráveis foram evacuados, no último domingo (19), de um campo de refugiados cercado pelo Exército no sul de Damasco, informou uma fonte palestina. "A evacuação começou para um certo número de pessoas em estado crítico", declarou à AFP Anwar Abdel Hadi, da Organização para a Libertação da Palestina (OLP). Segundo ele, 50 pessoas já haviam deixado o acampamento e, "até o fim do dia, cerca de 100 terão sido retiradas". Há mais de um ano, os grupos rebeldes assumiram o controle de grande parte do acampamento de Yarmuk e, há alguns meses, o Exército impõe um rígido cerco aos 20 mil palestinos que vivem ali. O bloqueio agravou as condições de existência no local, ao dificultar a entrada de alimentos e de remédios. Mais de 50 pessoas já morreram. Segundo Abdel Hadi, as evacuações vão continuar até que um total de 600 pessoas em estado crítico ou vulnerável de saúde, como portadores de doenças crônicas, grávidas e crianças, tenha sido retirado. Quase 500 mil palestinos estão oficialmente refugiados na Síria. Metade deles está deslocada desde março de 2011.

Temas deste texto: