PB: Proteção para vítimas de ameaças de morte

Veículo: Jornal da Paraíba - PB
Compartilhe

Pelo menos 30 crianças e adolescentes na Paraíba deverão ser atendidos pelo Programa de Proteção a Crianças e Adolescentes Ameaçados de Morte (PPCAAM), criado ontem (19) pelo governo do estado. O precoce envolvimento com o tráfico de drogas é apontado por conselheiros tutelares como principal motivação para as ameaças. Somente o Conselho Tutelar Norte, em João Pessoa, atendeu na última semana três adolescentes, com idades entre 12 e 15 anos, que sofriam frequentes ameaças de morte. Segundo o conselheiro tutelar Luiz Brilhante, as drogas são a motivação para aproximadamente 97% das ameaças de morte registradas no conselho.

Temas deste texto: