PE: Conselho apresenta campanha de enfrentamento à violência sexual contra crianças e adolescentes

Veículo: Diário de Pernambuco - PE
Compartilhe

Acabar com o silêncio em torno da violência sexual contra crianças e adolescentes e com a indiferença da sociedade e com a cultura da impunidade dos agressores. Com esses objetivos, o Conselho Estadual de Direitos da Criança e do Adolescente de Pernambuco (CEDCA/PE) apresenta nesta terça-feira (6) a campanha do 18 de maio, Dia Nacional de Enfrentamento à Violência Sexual infanto-juvenil. Promovida pela Rede de Combate ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes do Estado de Pernambuco, a iniciativa, neste ano, faz referência à Copa das Confederações, à Copa do Mundo e à garantia dos direitos de crianças e adolescentes antes, durante e após esses eventos. Por meio de uma grande mobilização social, espera-se chamar a sociedade à responsabilidade, para coibir e denunciar a situação de crianças e adolescentes vítimas da exploração sexual. O 18 de maio foi instituído em 2000 pela lei 9.970 em alusão a um crime ocorrido há 40 anos, no Espírito Santo. Araceli Cabrera, aos oito anos de idade, foi violentada e assassinada e os criminosos continuaram impunes.

Temas deste texto: