PE: Para coibir a exploração sexual

Veículo: Jornal do Commercio - PE
Compartilhe

Fazer vista grossa para coibir ações de exploração sexual e trabalhista contra crianças e adolescentes durante a Copa do Mundo. Este é o motivo que levou a Secretaria Estadual da Criança e da Juventude de Pernambuco a mobilizar uma força-tarefa para sensibilizar a sociedade sobre o tema e impedir que crianças e adolescentes tenham seus direitos violados. Para isso, 1,6 mil educadores sociais estarão mobilizados para repassar informações a funcionários de cerca de 90 hotéis do Grande Recife. Além disso, o projeto chega a 15 municípios do interior e ao distrito de Fernando de Noronha por meio de parcerias com as prefeituras, que disponibilizarão educadores sociais para conscientizar a população. Associações de taxistas estão sendo mapeadas e locais com grande fluxo de pessoas, como o aeroporto e os shoppings, receberão a ação de entrega de panfletos e de conscientização do público. O trabalho faz parte do programa Atenção Redobrada, campanha educativa do governo do estado. Iniciada no São João de 2011, o programa ganhará reforço com a chegada do torneio mundial, a partir do próximo dia 12.

Temas deste texto: