Pedofilia: Igreja quer se dotar de ‘procedimentos eficazes’ contra culpados

Veículo: correiobraziliense.com.br - DF
Compartilhe

A comissão de especialistas criada pelo papa Francisco anunciou no sábado (3) que quer ajudar a estabelecer "procedimentos eficazes" na Igreja Católica para que os padres pedófilos sejam punidos, mas sem propor meios jurídicos. "Nós adotamos o princípio de que o bem de uma criança ou de um adulto vulnerável deve ser prioritário quando uma decisão tiver que ser tomada", indicaram em um comunicado os oito especialistas da comissão, entre eles o cardeal de Boston, Sean O'Malley, e a vítima irlandesa de abusos sexuais Marie Collins. "Garantir que os culpados respondam por seus crimes é especialmente importante, incluindo no desenvolvimento de meios que permitam criar protocolos e procedimentos transparentes e eficazes", indica a comissão. Não deve haver tolerância "com aqueles que cometem os crimes" e com os "que se mostram negligentes" diante deles, afirmou O'Malley, presidente da comissão, em uma entrevista coletiva à imprensa. Ele não deu maiores detalhes sobre como os padres culpados e aqueles que os protegem podem ser diferenciados de forma mais eficaz na justiça. Essa foi a maior crítica feita pelo Comitê de Direitos da Criança da ONU ao Vaticano, durante uma audiência em janeiro.

Temas deste texto: