Porções menores para combater a fome infantil

Veículo: O Estado de S. Paulo - SP
Compartilhe

A ideia é simples: para não deixar comida no prato, você pede uma porção menor. O prato vem com dois terços do original, mas você paga o preço cheio – e 5% do valor vai para organizações que combatem a fome infantil. A ideia de Marcos Nisti, do Instituto Alana, transformou-se no Projeto Satisfeito, lançado em São Paulo (SP), no restaurante Kaá. A casa é a primeira a abraçar a causa. Mas, até janeiro de 2013, outros 18 renomados restaurantes da capital paulista também vão oferecer porções menores e repassar doações em dinheiro. Segundo a Organização das Nações Unidas (ONU), um prato de comida para uma criança custa R$ 0,50. Com um prato de R$ 40 na "porção satisfeito", a doação de R$ 2 garante a refeição de quatro crianças. Uma organização na África e uma no Brasil são as primeiras beneficiadas pelo projeto.

Temas deste texto: