Projeto tenta fortalecer vínculo entre mãe e filho

Veículo: Diário do Nordeste - CE
Compartilhe

A ONG Instituto da Infância (Ifan), em conjunto com a Secretaria da Justiça e Cidadania do Estado do Ceará (Sejus), lançou nesta terça-feira (17) o guia metodológico sobre o fortalecimento da relação entre mães e filhos nas unidades de privações de liberdade. Este é fruto do Projeto Brincar-Viver no Instituto Penal Desembargador Auri Moura Costa. O plano procura melhorar o vínculo afetivo materno, por meio de oficinas temáticas, capacitação das agentes penitenciárias nas temáticas da infância, da mulher e da maternidade, encontros mensais e acompanhamento das ações. Existem dois tipos de trabalho desenvolvidos, um com as mães que tiveram os filhos dentro dos presídios, e estes ficarão lá até completar um ano e meio, e outros que são aqueles que podem visitar as mães todos os domingos, vivendo com familiares. A secretária da Justiça, Mariana Lobo, conta que processo da desligamento das mães e dos filhos é muito complicado. "A angústia da separação mãe-filho é um desafio que a secretaria enfrenta, tentamos diminuir o problema", diz.

Temas deste texto: