Projeto tira filosofia e sociologia do currículo

Veículo: Tribuna do Norte - RN
Compartilhe

O deputado federal Izalci Lucas Ferreira (PSDB/SP) está apresentando proposta na Câmara Federal para eliminar a obrigatoriedade da filosofia e da sociologia como disciplinas do currículo do ensino médio (aprovada pela lei 11.684/2008). Ele propõe alterar os artigos 9, 35 e 36 da lei 9.394, que trata da Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (LDB) e retornar ao status anterior à lei, mas, o parecer da relatoria na Comissão de Educação foi pela rejeição do projeto dele. De acordo com informações de defensores das disciplinas nas escolas do ensino médio, o deputado tem o mesmo entendimento dos "estrategistas"da ditadura. Ele quer apenas as chamadas "disciplinas bem comportadas nas escolas – aquelas arrumadinhas e estáticas". Durante o regime militar, sociologia e filosofia foram retiradas dos currículos das escolas secundárias. Para o presidente do sindicato dos Antropólogos, Sociólogos e Cientistas Políticos do Rio Grande do Norte (Sapiens) e ex-presidente da Federação Nacional dos Sociólogos, Manoel Matias Filho, em si, o projeto não elimina, de maneira alguma, as disciplinas, já que a LDB menciona que o estudante deve cursar sociologia e filosofia.

Temas deste texto: