Quem apanha na infância tende a resolver problemas com violência

Veículo: A notícia foi publicada nos principais jornais do País - BR
Compartilhe

Estudo do Núcleo de Estudos da Violência (NEV) da Universidade de São Paulo (USP) aponta que quem sofre agressões quando criança tem mais chances de adotar a violência como principal mecanismo de solução de conflitos. Os pesquisadores entrevistaram quatro mil pessoas maiores de 16 anos de idade, moradoras de onze capitais brasileiras: São Paulo (SP), Rio de Janeiro (RJ), Belo Horizonte (MG), Porto Alegre (RS), Salvador (BA), Recife (PE), Belém (PA), Manaus (AM), Porto Velho (RO), Fortaleza (CE) e Goiânia (GO). Mais de 70% dos entrevistados apanharam na infância, sendo que 20% do total eram agredidos uma vez por semana ou mais. O estudo apontou ainda o aumento das chances de a pessoa reproduzir a violência sofrida no passado contra os próprios filhos, como método de educação.

Temas deste texto: