Repórter deixará o País após ser ameaçado

Veículo: Folha de S. Paulo - SP
Compartilhe

O repórter Mauri König, da Gazeta do Povo, está sob proteção e deverá deixar o País em razão de ameaças recebidas após publicação de denúncias contra policiais civis do Paraná. Ligações feitas anteontem (17) à redação e aos diretores do jornal informaram que havia um plano para metralhar a casa do profissional que coordena a série de reportagens. Os proprietários da empresa também foram ameaçados. A série Polícia Fora da Lei, publicada em maio, denunciou o mau uso de verba pública por policiais, entre outras irregularidades. Anteontem, uma sequência da série foi publicada, informando que as investigações estão paradas. A Secretaria da Segurança Pública declarou que "não permitirá qualquer forma de ataque aos jornalistas que cumprem com seriedade e dedicação as funções que abraçaram".

Temas deste texto: