RJ: Dispara o número de adolescentes pegos com drogas em comunidades pacificadas

Veículo: O Dia - RJ
Compartilhe

Nas comunidades do Rio de Janeiro (RJ) com UPPs (Unidades de Polícia Pacificadora) é cada vez maior o número de adolescentes apreendidos por envolvimento com o tráfico de drogas. Segundo a Polícia Militar, garotos com idades entre 14 e 17 anos estão na linha de frente de bandidos na tentativa de driblar a polícia.Na Mangueira, entre junho e novembro do ano passado, de 100 capturados, 40 eram adolescentes. Na UPP da Cidade de Deus 80% dos detidos são adolescentes. "Em seis meses, já apreendi um garoto de 15 anos sete vezes. Como quase nunca ficam muito tempo apreendidos, porque são pegos com pouca droga, adolescentes se tornaram os alvos preferidos na comunidade" explicou o comandante da unidade, major Bruno Xavier.

Destaque – Adolescentes ganharam posto de destaque na hierarquia do tráfico nas favelas com UPP. A afirmação é da delegada-titular da Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA), Bárbara Lomba. "Eles sempre foram usados pelo tráfico, porém têm exercido funções mais importantes, como na venda de drogas em áreas pacificadas. O que normalmente víamos eram adolescentes como 'olheiros' e 'fogueteiros"' explicou Bárbara. O número de adolescentes apreendidos não tem aumentado apenas nas áreas pacificadas. Segundo o Instituto de Segurança Pública (ISP), em todo o estado, subiu em 50,9% o percentual de adolescentes apreendidos entre janeiro e novembro do ano passado, comparado ao mesmo período de 2011. Em 2012, foram 4.725, 1.595 a mais que em 2011, com 3.130 adolescentes apreendidos.

Temas deste texto: