RJ: Pais tomam as rédeas para escola não fechar

Veículo: Extra Online - RJ
Compartilhe

Há uma semana a direção do Ciep Raul Ryff, em Paciência, convocou pais, alunos e professores para uma reunião geral: a escola só poderia continuar funcionando com metade da carga horária, por conta da falta de funcionários. Os pais resolveram, então, arregaçar as mangas e fazer um mutirão para impedir que os 1.500 alunos da escola fossem afetados pela redução da carga horária. Segunda-feira (04) uma van da secretaria estadual de Educação desembarcou na unidade, com uma “equipe de emergência” para, segundo o órgão, “recuperarescolas”.

Cerveja e greve –A falta de vigilantes permitiu que dois alunos entrassem e saíssem da escola sem qualquer controle e bebessem álcool despreocupadamente no pátio do Ciep. A falta de recursos humanos  se deve a mudanças no edital de licitação para a prestação de serviços. Ao menos dez escolas enfrentam o mesmo problema. Professores e servidores das redes municipal e estadual de ensino decidiram ontem fazer uma paralisação hoje, por 24 horas. Os profissionais farão uma série de protestos como parte do que chamaram de "Dia de Luta da Educação".

Temas deste texto: