RJ: Polícia isenta colégio e parentes de culpa por queda de aluno de 12 anos

Veículo: O Globo - RJ
Compartilhe

 

O menino de 12 anos que morreu 10 dias depois de cair do quinto andar do Colégio de São Bento, no Rio de Janeiro (RJ), no dia 28 de setembro, agiu por conta própria, segundo o inquérito policial. O delegado Aldrin Genuíno concluiu não ter havido conduta criminal por parte da escola nem de parentes do garoto. O caso foi encaminhado ao Ministério Público (MP) como suicídio, sem indiciamentos. Aldrin Genuíno acredita que o menino estava com problemas de adaptação à escola e agiu sozinho ao pular de uma janela. Ele se baseou em depoimentos de professores, de inspetores e da orientadora educacional do colégio.

 

Temas deste texto: