Sozinhas em casa, crianças ficam expostas a acidentes

Veículo: Folha de Londrina - PR
Compartilhe

Aumento do número de mulheres no mercado de trabalho e a falta de vagas em creches colocam muitas crianças em situação de vulnerabilidade. O problema é maior em áreas de baixa renda, onde ligações clandestinas de energia elétrica favorecem incêndios. O Conselho Tutelar de Londrina atende um caso de abandono infantil por dia. De acordo com o conselheiro José César Ramalho, a maioria das denúncias sobre crianças deixadas sozinhas em casa é feita por vizinhos. A Secretaria de Educação de Londrina admite que hoje cerca de 4 mil crianças estão fora das creches. Entidades que atuam no setor estimam que o déficit é de até 8 mil vagas. A situação ganhou destaque depois da tragédia ocorrida em Guarapuava (PR) na semana passada, quando cinco crianças de 1 a 11 anos morreram após um incêndio. Elas estavam sozinhas na casa.

Temas deste texto: