SP: Alunos estão sem refeição em escola há três meses

Veículo: Folha de S. Paulo - SP
Compartilhe

Alunos da Escola Estadual Caetano de Campos, em São Paulo (SP), estão desde agosto sem as refeições servidas no almoço e no jantar por um motivo: a unidade perdeu a sua merendeira. De acordo com pais e estudantes, a merendeira do colégio deixou o emprego desde a volta às aulas, no começo de agosto, e ninguém foi contratado pela Secretaria de Estado da Educação para o lugar dela. A unidade funciona nos três períodos do dia, e as refeições eram oferecidas antes do início de cada período de aulas, segundo pais de alunos. O governo diz que o problema será resolvido hoje. Pai de um aluno, o zelador Francisco Carlos de Farias, 44, estava inconformado com a falta da refeição para o filho. "Eu nem me preocupava com a comida, porque sabia que ele almoçaria na escola. Agora, estamos apreensivos todos os dias", afirmou.

 

Temas deste texto: