SP: Auxiliares de educação infantil protestam

Veículo: Diário de S. Paulo - SP
Compartilhe

Dezenas de auxiliares de serviços infantis de Votorantim (SP) se reuniram na tarde desta quinta-feira (7) em frente à sede da Prefeitura para realizar mais um protesto por melhores salários. Elas reivindicam ajustes em cima do que hoje se denomina "atual sete". "Da maneira que está, trabalhamos e ganhamos R$ 930 num cargo que exigia apenas ensino fundamental incompleto, mas a correção dela, que deveria ter sido feita há anos, nos colocaria na atual 11, onde ganharíamos R$ 1,4 mil", explica Luana Coelho Medeiros Viana, 29 anos, uma das coordenadoras do movimento que também é uma auxiliar de serviços infantis. São 217 profissionais da categoria espalhadas em 14 creches de Votorantim. Mais de duas mil crianças são atendidas pelo sistema e as manifestantes prometem entrar em greve a partir da segunda quinzena deste mês, caso as exigências não sejam cumpridas. Um edital com uma proposta da Prefeitura será publicado neste sábado (9) e uma assembleia foi marcada para a próxima quarta-feira (13).

Temas deste texto: