SP: Cotas devem garantir 45% a mais de vagas para a rede pública

Veículo: Folha de S. Paulo - SP
Compartilhe

Se as cotas forem mesmo adotadas pela USP, Unicamp e Unesp em 2016, a participação dos alunos das escolas públicas entre os aprovados nessas universidades e nas federais deverá crescer 45%, considerando a situação atual. Hoje, esses alunos representam 35% dos calouros das universidades públicas em São Paulo. Em quatro anos, o percentual mínimo deverá ser de 50%, o que representa aumento de 45% em relação à proporção atual, segundo lei que abrange as federais e o projeto em discussão entre as estaduais paulistas. O efeito colateral do benefício às escolas públicas será enfrentado pelos alunos que estão na rede privada. Neste ano, quase 17 mil deles foram aprovados nas seleções de universidades públicas. Se já existissem as cotas, eles poderiam disputar menos de 13 mil postos.

Temas deste texto: