SP: Ensino médio integral ainda patina no estado

Veículo: Brasil Econômico - BR
Compartilhe

É consenso entre os especialistas que o ensino médio precisa passar por uma reforma. Esse é o período mais crítico de aprendizagem, pois afunila toda a deficiência acumulada durante os anos iniciais de estudo. Em São Paulo, o Instituto de Co-responsabilidade para a Educação (ICE) fechou parceria com o governo do estado para aperfeiçoar o ensino médio até 2030. O projeto faz parte do programa “Educação Compromisso de São Paulo” e visa o aumento da carga horária para período integral ou semi-integral (seis ou oito horas diárias). No entanto, a falta de informação das instituições de ensino está atrasando a implantação do programa. Das 76 escolas convidadas pela Secretaria de Educação, apenas 32 aceitaram aderir ao projeto em 2013. De acordo com o presidente do ICE, Carlos Magalhães, isso acontece por falta de informação.

 

Temas deste texto: