SP: Fila da creche bate recorde sob Haddad

Veículo: Folha de S. Paulo - SP
Compartilhe

A fila por uma vaga nas creches da rede municipal de São Paulo (SP) bateu recorde em novembro – quando havia 187.535 crianças de até 3 anos e 11 meses esperando. Trata-se da maior fila desde que a prefeitura passou a divulgar os dados, em 2007. O recorde anterior era de 170.858, em setembro de 2012, sob Gilberto Kassab (PSD). Apesar da criação de novas vagas, a fila neste fim da primeira metade da gestão Fernando Haddad (PT) mais que duplicou em relação a dezembro de 2012, último mês de Kassab – quando 93.814 crianças buscavam um lugar. O número de matrículas na rede municipal de creches aumentou desde então – com a criação de 30.363 vagas. Mas é pouco diante da demanda. No ritmo atual, a prefeitura levaria cerca de oito anos para acabar com esse déficit – se nenhuma criança entrasse ou saísse da fila. O Tribunal de Justiça determinou em 2013 que a prefeitura crie 105 mil vagas até 2016. Foi a forma encontrada para buscar uma solução coletiva diante do número cada vez maior de ações individuais movidas por pais para garantir a creche dos filhos.

Temas deste texto: