SP: Manifestações ganham a sala de aula

Veículo: Folha de S. Paulo - SP
Compartilhe

Se está difícil para os adultos entenderem o que está acontecendo nas manifestações pelo País nos últimos dias, está mais complicado ainda para as crianças e os adolescentes. A demanda dos jovens por mais informações é tão grande que algumas escolas de São Paulo passaram a debater o tema em aulas de disciplinas como história, geografia e redação. “Abrimos espaço na aula para contextualizar o que está acontecendo”, diz Walter Maejima, professor de geografia da escola São Luis. A professora de história do colégio Santo Américo, Raquel dos Santos Funari, sentiu a mesma demanda. “Relacionei o tema em aula com manifestações que aconteceram na Europa, no século 18”, conta. Para a psicopedagoga Neide Barbosa Saisi, da PUC-SP, essa reflexão nas escolas e em casa é bastante produtiva e positiva. “O que é Democracia? O que é participar? Qual a função da PM na sociedade? Essas questões podem ser debatidas em aula”, explica.

Temas deste texto: