SP: Protesto reúne mil no Itaquerão contra a exploração sexual infantil

Veículo: UOL Notícias - BR
Compartilhe

Organizações não-governamentais (ONGs), crianças e militantes se reuniram neste domingo (18) cerca de mil pessoas, incluindo 150 crianças, em frente ao Itaquerão, em São Paulo (SP), para protestar contra a exploração sexual de crianças e adolescentes durante a Copa. "É uma tragédia anunciada", disse a vereadora Patrícia Bezerra, relatora da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) na Câmara Municipal de São Paulo, que investigou a Exploração Sexual Infantil em São Paulo.  A data foi escolhida por ser dia de combate nacional à exploração e abuso sexual infantil. "Já há denúncias ligadas à construção do Itaquerão. A exploração sexual infantil acontece nos alojamentos, muitos trabalhadores vêm de outros lugares do país e contratam serviços baratos de meninas da região. Estamos aqui para dizer que não esquecemos. Não queremos que essa seja a imagem, a estatística, a exemplo da África", disse a vereadora. A passeata lança também a hashtag #Levanteessabola, nas redes sociais, contra exploração sexual infantil durante a Copa.

Temas deste texto: