SP: São Paulo estuda reprovação para aluno do 3º ano

Veículo: Folha de S. Paulo - SP
Compartilhe

A Secretaria Municipal de Educação de São Paulo (SP) estuda alterar a organização do ensino fundamental, o que poderá permitir que alunos sejam reprovados ao final do terceiro ano. Atualmente, o estudante só pode ser retido no quinto ano do fundamental. Para o secretário de Educação, Cesar Callegari, hoje, demora-se muito para constatar o aluno com problemas. A mudança, contudo, ainda será analisada pelo Conselho Municipal de Educação. Segundo Callegari, a reprovação deve ser feita só em último caso, após avaliação e recuperação dos alunos. A política atual de ciclos é baseada em pesquisas que demonstraram que um aluno reprovado tem chances maiores de desistir da escola.

Temas deste texto: