SP: UFSCar cria centro modelo para tratar autismo

Veículo: Folha de S. Paulo - SP
Compartilhe

A Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), em São Paulo,  vai inaugurar um centro de referência para tratar o transtorno do espectro autista. Além do atendimento personalizado, o projeto permitirá intervenções na comunidade que ajudarão pacientes a enfrentar a dificuldade de sociabilização, um sintoma evidente do autismo. A inauguração do instituto, que também capacitará profissionais de todo o Brasil, está prevista para o ano que vem e atenderá inicialmente a seis alunos. O prédio da sede está pronto. "Há muitas sintomas específicos para os quais ainda não existem propostas adequadas", diz Celso Goyos, idealizador do projeto na UFSCar. O centro terá por base o Applied Behavior Analysis (ABA), técnica de observação personalizada que ajuda no desenvolvimento de competências individuais. Outra meta é capacitar profissionais da instituição e de todo o País. "A experiência americana com esse método foi muito positiva", diz Thomas S. Higbee, professor do Departamento de Educação Especial da Universidade de Utah, e parceiro da UFSCar.

Temas deste texto: