Tirar nota máxima no Enem será mais difícil, diz ministro

Veículo: Folha de S. Paulo - SP
Compartilhe

O ministro da Educação, Aloizio Mercadante, afirmou na sexta-feira (22) que vai discutir com especialistas uma proposta para aumentar o rigor dos critérios de correção das redações do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio). A ideia é que as redações que ganharem a nota máxima (1.000) na análise feita pelos dois primeiros corretores sejam encaminhadas, obrigatoriamente, para avaliação de uma banca, que validaria ou não a nota máxima. Hoje, isso é definido já pelos dois primeiros corretores. De acordo com Mercadante, 2.080 redações ficaram com a pontuação máxima no último Enem, mesmo com erros de acentuação, pontuação e concordância em alguns casos. "Há um debate. Os linguistas consideram que um erro isolado pode não comprometer a qualidade da redação", afirmou o ministro.

Temas deste texto: