Vacina contra HPV chega a 31% do objetivo no Rio Grande do Sul

Veículo: Zero Hora - RS
Compartilhe

Quase um terço das meninas entre 11 e 13 anos já tomaram a segunda dose da vacina contra o papiloma vírus humano (HPV) no Rio Grande do Sul, que começou a ser aplicada no início do mês passado. A meta é imunizar 243 mil adolescentes no estado. Cada município tem autonomia para definir a estratégia de vacinação na primeira etapa, em março e abril; as vacinas foram aplicadas nas escolas. Em Porto Alegre, a imunização é nos postos de saúde. Ir até as escolas requer um esforço muito grande de logística. Materiais informativos foram enviados às escolas para que seja reforçada a importância de receber a segunda dose sozinha; a primeira aplicação não garante a imunização. Segundo Tani Ranieri, coordenadora do Programa Estadual de Imunizações, haverá uma reunião com os municípios nos próximos dias para avaliar as estratégias adotadas por cada um. Números do Ministério da Saúde (MS) apontam que, em setembro, 914 mil adolescentes em todo o País tomaram a segunda dose da vacina 18,4% do público-alvo, formado por 4,9 milhões de meninas. No Rio Grande do Sul, o percentual é maior, de 31%. Quem não tomou a primeira dose no início do ano deve procurar os postos de saúde para se imunizar.

Temas deste texto: