RNPI e ANDI apresentarão análise de mídia sobre primeira infância e diplomarão novos jornalistas amigos da criança

Compartilhe

Na próxima quinta-feira (27) a Rede Nacional Primeira Infância (RNPI) e a ANDI – Comunicação e Direitos apresentarão uma análise sobre a cobertura de temas da primeira infância realizada pela mídia brasileira. A pesquisa quanti-qualitativa monitorou a cobertura de 35 veículos noticiosos brasileiros, impressos e online, ao longo de 2018 e 2019. O estudo tem como objetivos a construção de conhecimento sobre o campo jornalístico e, principalmente, incidir sobre o próprio cotidiano das redações, tendo a qualidade da informação e a garantia de direitos das crianças como princípios básicos.

A análise de mais de três mil matérias mostrou que a cobertura sobre a primeira infância se concentra em três temas principais: saúde, violência e educação infantil. O universo de análise compreende um conjunto de 31 jornais e quatro revistas.

Na ocasião, ocorrerá também a diplomação de 20 novos jornalistas amigos da criança. Desde 1997 a ANDI reconhece com o título Jornalista Amigo da Criança profissionais que têm posicionamento ético e elaboram matérias com incidência direta na promoção e defesa dos direitos da infância e adolescência. Desde 2012, jornalistas que se destacam também na cobertura da agenda dos direitos humanos e com capacidade para incidir na agenda nacional também são agraciados. A diplomação e a análise de mídia ocorrem no âmbito do projeto Primeira Infância é Prioridade, patrocinado pela Petrobras.

Uma vez diplomado, o profissional passa a contar com um amplo trabalho de suporte oferecido pela ANDI e organizações parceiras na defesa dos direitos infanto-juvenis como a produção e atualização de bancos de fontes, bolsas para reportagens especiais, produção de guias de cobertura jornalística, oficinas de qualificação e sugestões e apoio na produção de pautas são alguns exemplos.

O evento é aberto! Faça sua inscrição: bit.ly/webinarioandirnpi

Sobre a ANDI
A ANDI – Comunicação e Direitos, organização da sociedade civil sem fins lucrativos e apartidária, articula desde 1990 ações inovadoras em mídia para o desenvolvimento. Criada por dois jornalistas para fortalecer o diálogo profissional e ético entre as redações, as faculdades de comunicação e outros campos do conhecimento, os poderes públicos e as entidades relacionadas à agenda do desenvolvimento sustentável e dos direitos humanos no âmbito nacional e global, a ANDI tem, há quase 30 anos, procurado apoiar a mídia na construção de uma cobertura qualificada da agenda da infância e adolescência.

Sobre a RNPI
A Rede Nacional Primeira Infância é uma articulação nacional de organizações da sociedade civil, do governo, do setor privado, de outras redes e de organizações multilaterais que atuam, direta ou indiretamente, pela promoção e garantia dos direitos da Primeira Infância – sem discriminação étnico-racial, de gênero, regional, religiosa, ideológica, partidária, econômica, de orientação sexual ou de qualquer outra natureza.

Informações:
Luciana Abade – [email protected]
Flávia Falcão – [email protected]