TIC Kids Online Brasil 2012

(2013)

Autor(es):

Comitê Gestor da Internet no Brasil (CGI.br)

Baixar PDF

(1,72 MB)

 

A publicação TIC Kids Online Brasil 2012 está estruturada em três partes:

Parte 1 – Artigos: textos escritos por acadêmicos e especialistas convidados que abordam, sob diferentes perspectivas, temas relacionados ao escopo do estudo. Dentre os temas discutidos estão: os resultados da pesquisa TIC Kids Online Brasil 2012, com vistas a caracterizar os usos e apropriações da Internet por crianças e adolescentes – inaugurando inclusive uma perspectiva de comparação com os resultados obtidos pela EU Kids Online; a relação entre mídia e educação, educomunicação, letramento digital e o impacto das TIC para a prática pedagógica; o tema da segurança também é destacado pelos autores, que investigam os fatores associados ao uso seguro da Internet entre jovens e descrevem estratégias para estimular o uso da Internet com segurança; e a formulação e a implementação de políticas públicas sob a perspectiva da inclusão e da promoção dos direitos humanos.

Parte 2 – Relatório metodológico e análise dos resultados: a descrição do plano amostral aplicado na pesquisa, o perfil da amostra e a análise dos principais resultados. O leitor encontrará no relatório metodológico da pesquisa todas as informações em relação ao desenho da amostra e aos processos de coleta de dados em campo. Já na análise dos resultados, há um debate sobre principais resultados coletados na pesquisa e suas implicações em relação às oportunidades e aos riscos envolvidos no uso da Internet.

Parte 3 – Tabelas: indicadores selecionados dentre os respondentes centrais da pesquisa – “crianças e adolescentes” e “pais e responsáveis”. As tabelas de resultados apresentam leitura por região do país, faixa etária e sexo da criança e do adolescente, entre outras variáveis.

Em sua primeira edição, a pesquisa TIC Kids Online Brasil 2012 traz importantes contribuições para o debate sobre a relação entre tecnologia, infância e adolescência, revelando evidências que devem ser consideradas pelos gestores à frente da elaboração de políticas públicas ligadas à proteção e direitos de crianças e adolescentes na Internet.

palavras-chave