55 mil crianças estão obesas no DF; Ministério da Saúde realiza pesquisa

Veículo: Correio Braziliense - DF
Compartilhe

O Sistema Nacional de Vigilância Alimentar e Nutricional (Sisvan) publicou dados preocupantes sobre obesidade infantil no Distrito Federal. Segundo a vigilância — do Ministério da Saúde — mais de 55 mil crianças estão obesas.

De acordo com o estudo, menores de 5 anos são o maior público — correspondem a 40 mil. Já as crianças dos 5 aos 9 anos somam 15 mil. A má alimentação e o sedentarismo são os principais fatores por trás do problema, segundo o Conselho Regional de Medicina (CRM-DF).

Porém, algumas enfermidades também podem acarretar no ganho de peso descontrolado. Por isso, o ideal é manter consultas periódicas com o médico pediatra. O especialista saberá identificar quando algo não está certo com o desenvolvimento da criança e, assim, dar inicio ao tratamento adequado.

Preocupação

A obesidade infantil é uma epidemia global, atingindo cerca de 40 milhões de crianças de 0 a 5 anos, que já sofrem com a situação de sobrepeso, destacou a representante do Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) no Brasil, Florence Bauer.

O tema foi discutido no II Encontro Regional sobre Ações de Prevenção da Obesidade Infantil no âmbito da Década de Ação das Nações Unidas para Nutrição, em junho. Quatro países das Américas, entre eles o Brasil, estão entre os 10 no ranking de obesidade no mundo.

Segundo dados do Panorama da Segurança Alimentar e Nutricional, a cada ano, o número cresce em 3,6 milhões de pessoas, tornando-se a maior ameaça nutricional na América Latina e no Caribe.

Temas deste texto: