82% das escolas do PR estão sem aula de reforço

Veículo: Gazeta do Povo - PR
Compartilhe

Passado um bimestre letivo, alunos de apenas 347 colégios da rede estadual do Paraná já contam com aulas de reforço em matemática e português nas chamadas salas de apoio. Ou seja, 18% das 2.176 escolas estaduais foram autorizadas pela Secretaria de Estado da Educação a disponibilizarem o espaço, destinado a estudantes que demonstram dificuldades de aprendizagem. Uma das razões seria a ineficiência do apoio, já que a grande maioria dos alunos termina o ensino fundamental sem dominar o conteúdo básico. Entretanto, enquanto o governo convida pedagogos a pensarem novos métodos de suporte escolar, com o intuito de substituir as salas de apoio, a diferença de aprendizado entre os alunos aumenta a cada dia. Diante desse cenário, equipes pedagógicas de vários colégios mostram-se apreensivas com o atraso no atendimento aos alunos. Uma das diretoras preocupadas com a demora nas aulas de reforço é Margarete Marcolino Cordeiro Marinero, do Colégio Estadual Aline Pichet, em Curitiba. Ela conta que, em uma reunião do Núcleo Regional de Educação, foi comunicado que as salas de apoio passavam por um processo de análise de viabilidade e que um novo projeto seria apresentado em breve às escolas.

Temas deste texto: