A vida segundo as crianças

Veículo: O Globo - RJ
Compartilhe

O livro é de 1993, mas só em julho deste ano virou um fenômeno de repercussão mundial. Durante a última edição da Feira do Livro de Bogotá, na Colômbia, uma das principais feiras de obras infantis do mundo, Casa das estrelas, do professor e poeta colombiano Javier Naranjo, ganhou destaque em vários jornais do mundo. O motivo era seu conteúdo engraçado, poético e, às vezes, muito sombrio. Trata-se de um mergulho na mente das crianças. Naranjo pediu, ao longo de mais de dez anos, em um curso de criação literária para crianças de 3 a 12 anos, que seus alunos dessem definições para uma série de palavras: dinheiro, adulto, amor, medo e Igreja, entre outras. Agora, Casa das estrelas chega ao Brasil, lançado pela Foz Editora. Naranjo está no País e dá, amanhã, o mesmo curso para crianças do Complexo da Maré, no Rio de Janeiro (RJ). Uma das frases do livro é esta, dita por um menino de 7 anos: "Uma criança é um amigo, que tem o cabelo curtinho, joga bola e pode ir ao circo".

Temas deste texto: