AM: Casos de trabalho infantojuvenil são flagrados durante bandas de Carnaval

Veículo: Em Tempo - AM
Compartilhe

No último fim de semana, a Secretaria Municipal de Assistência Social e Direitos Humanos de Manaus (AM) identificou 95 crianças e adolescentes trabalhando em barracas nas bandas de Carnaval de rua. Em cada um dos dois dias, 35 técnicos da secretaria estiveram nas ruas para identificar e orientar os foliões e donos de barracas sobre a necessidade de proteção às crianças e aos adolescentes. Os donos das barracas onde foram constatados os problemas – a maioria pais ou responsáveis pelas crianças e jovens – foram abordados e receberam orientações de que a mão de obra infantojuvenil é proibida. Familiares, crianças e adolescentes foram cadastrados para acompanhamento posterior pelo Centro de Referência Especializado em Assistência Social (Creas). Apesar de a maioria aceitar as recomendações de retirar as crianças e adolescentes dos locais, houve resistência em dois casos, tanto por parte dos adolescentes, quanto pelos donos de barracas. Técnicos da Secretaria detectaram ainda dois casos de possíveis exploração sexual de adolescentes, com idade entre 13 e 15 anos.

Temas deste texto: