Ativistas acusam Síria de matar crianças em ataque a uma aldeia

Veículo: A notícia foi publicada nos principais jornais do País - BR
Compartilhe

Ativistas de oposição acusaram ontem (26) as forças do ditador da Síria, Bashar Assad, de matar ao menos seis crianças ao atingir uma escola num ataque aéreo à aldeia de Deir al Asafir, no sul do País. O governo sírio não se manifestou sobre as acusações. O ataque à escola, segundo os oposicionistas, ocorreu anteontem. Em vídeo divulgado pelos ativistas, é possível ver duas crianças mortas, pessoas carregando corpos e uma mulher gritando, de joelhos, ao lado dos mortos. A informação foi divulgada no mesmo dia em que os rebeldes disseram ter assumido o controle da hidrelétrica de Tishrin, no norte sírio, e bombardeios da Força Aérea de Assad atingiram região próxima da fronteira com a Turquia. Não é possível confirmar independentemente nenhuma dessas informações em razão da censura da Síria à imprensa.

Temas deste texto: