BA: 140 mil podem perder Bolsa Família

Veículo: A Região - BA
Compartilhe

Termina no dia 13 de dezembro o prazo para a revisão cadastral de cerca de 1,6 mil famílias de Itabuna (BA). Elas estão há mais de dois anos sem atualizar as informações no Cadastro Único para Programas Sociais, do governo federal. Quem se encontra nessa situação deve procurar o setor responsável pelo Bolsa-Família. O beneficiário deve informar mudança com relação aos dados pessoais e à situação familiar, como, por exemplo, endereço. Caso as informações não sejam atualizadas, o benefício dessas famílias pode ser bloqueado a partir de janeiro. Em todo o estado, cerca de 140 mil famílias precisam fazer a revisão cadastral. Segundo o coordenador geral de Revisão de Benefícios do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS), Roberto Pojo, o objetivo é garantir a qualidade das informações das pessoas atendidas pelo Bolsa-Família.

Temas deste texto: