Bullying: Reações são cada vez mais agressivas

Veículo: Jornal de Brasília - DF
Compartilhe

Mudanças no comportamento de crianças e adolescentes, tornando-as mais ansiosas, depressivas e isoladas, são alguns dos sintomas do bullying. Às vezes, esse conjunto de fatores também pode desencadear reações mais agressivas. A tragédia de Realengo, em abril de 2011, ainda está na memória do País. Para o professor do Departamento de Psicologia Escolar da Universidade de Brasília (UnB), Aderson Luiz Costa, não é fácil determinar os motivos que levam uma vítima a atacar seus intimidadores. “Não há uma resposta simples. É preciso analisar a história de vida da pessoa, suas patologias e transtornos. Mas qualquer pessoa submetida a uma condição de alto nível de ansiedade, obrigada a viver em sofrimento diário, vive em um potencial produtor de reações mais agressivas e intensas”, explica.

Temas deste texto: