Cai número de beneficiários do Bolsa-Família na região Sul

Veículo: Gazeta do Povo - PR
Compartilhe

Enquanto em todo o Brasil há aumento na quantidade de famílias beneficiadas pelo Bolsa-Família, a região Sul registra queda nos últimos cinco anos. Os três estados tinham quase 1,1 milhão de dependentes em 2010 e agora estão com 985 mil, queda de 8% contra o crescimento de 9% na média nacional. No intervalo de tempo, cerca de 45 mil famílias deixaram o programa somente no Paraná. A tendência de queda também é realidade em Curitiba, que foi a única capital do Sul que registrou redução no número de beneficiários em todos esses anos. As causas para essa diminuição passam por melhorias no controle antifraude do cadastro, aumento da renda e descumprimento de exigências, como frequência escolar dos filhos e acompanhamento da saúde de crianças. Segundo Nircélio Zabot, coordenador de Renda e Cidadania da Secretaria da Família e Desenvolvimento Social do Paraná, os trabalhos de revisão cadastral e melhorias de condição de vida foram os principais motivos para esse fenômeno no estado.

Temas deste texto: