CE: Bala perdida leva até três crianças por mês ao IJF

Veículo: Diário do Nordeste - CE
Compartilhe

Aos 10 anos de idade, um menino voltava da escola quando foi surpreendido por uma troca de tiros. A bala atingiu a sua coluna. Esse tipo de ocorrência não é quantificada em pesquisa, mas, segundo enfermeiras do IJF (Instituto Dr. José Frota), um hospital público de Fortaleza (CE), vem aumentando. Somente na enfermaria pediátrica, oscilam entre dois e três os registros ao mês. Uma enfermeira, que pediu para não ser identificada, afirmou que a questão é preocupante. "Basta dizer que esses casos são, hoje, o segundo motivo de internamento na pediatria, perdendo apenas para os acidentes domésticos, que chegam a ser a causa de cerca de sete internações ao mês no setor", disse.

Temas deste texto: