CE: Campanha pela erradicação do trabalho infantil

Veículo: Diário do Nordeste - CE
Compartilhe

A campanha nacional de erradicação do trabalho infantil "É da Nossa Conta" será lançada hoje, a partir das 9h, no Centro de Educação de Líderes de Acaraú (Celpa CE). Com foco no Semiárido, a campanha busca contribuir com o enfrentamento do trabalho infantil e a promoção do trabalho adolescente protegido no Brasil. O evento contará com ações nas comunidades de Acaraú, na sede do município e nos distritos de Aranaú, Juritianha, Lagoa do Carneiro e Santa Fé. Nesses locais, o Instituto da Infância (Ifan), em parceria com a Fundação Telefônica Vivo, o Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) e a Organização Internacional do Trabalho (OIT), desenvolve o Projeto "Compromisso Vido: Direito da Criança e do Adolescente", com o objetivo de fomentar fatores de prevenção ao trabalho infantil, por meio de ações de promoção e defesa de direitos de crianças e adolescentes. Algumas ações da campanha já começaram ao longo do mês passado, especialmente nas localidades onde o projeto está presente, visando conscientizar a população sobre a prevenção e o enfrentamento ao trabalho infantil e a importância para o trabalho adolescente protegido. Um dos destaques da campanha será a aprovação da Lei Acaraú da Infância: garantindo direitos, que será instituída pelo prefeito Alexandre Ferreira Gomes da Silveira, cujo intuito é intensificar neste mês ações de promoção e fortalecimento de direitos de crianças e adolescentes. De acordo com Francis Helen Freire de Souza, coordenadora de projetos de desenvolvimento infantil do Ifan, a criação dessa lei é resultado do compromisso da gestão pública integrado às ações desenvolvidas pela entidade no Acaraú. "Espera-se que a nova lei possa ser referencial para fomentar nos demais municípios cearenses ações efetivas de garantia de direitos de crianças e adolescentes", aposta Francis Helen. Neste ano, a campanha dará atenção especial para região Nordeste, sobretudo às áreas localizadas no Semiárido, mostrando os cenários de trabalho infantil e o trabalho adolescente desprotegido nesse contexto.

Temas deste texto: