CE: Mais de 3.370 recém-nascidos morreram entre 2006 e 2011

Veículo: Diário do Nordeste - CE
Compartilhe

 

Em Fortaleza (CE), a mortalidade infantil ainda assusta. Entre os anos de 2006 e 2011, mais de 3.370 bebês – com faixa etária até um ano – morreram. Desse total, a maioria dos casos se concentra na faixa etária de zero dia de nascido até o 6º dia, são os Neonatal Precoce (NP): 1.884 óbitos. A especialista em programas do Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) em Fortaleza, Tati Andrade, diz que o maior problema está no acesso ao pré-natal de qualidade, na falta de atenção ao parto e ao bebê recém-chegado ao mundo."A grande questão ainda é o acesso à saúde. As mães têm dificuldades de serem atendidas, de terem acesso aos Programas de Saúde da Família (PSF) e outros direitos básicos como saneamento básico, água limpa e até remédios", afirmou.

 

Temas deste texto: