Comissões investigarão agressões a crianças

Veículo: O Globo - RJ
Compartilhe

As Comissões da Verdade nacional e de São Paulo marcaram para o fim de março a realização de uma audiência pública para tratar dos casos de crianças que foram presas com os pais durante a ditadura militar ou nasceram nos porões do regime. A decisão de marcar a audiência foi acelerada em função da morte no último fim de semana de Carlos Alexandre Azevedo, filho de dois militantes da resistência à ditadura, Darcy Andozia e Dermi Azevedo. Ele foi preso e agredido por militares quando tinha apenas um ano e oito meses. A reunião conjunta acontecerá em São Paulo (SP) e tem a intenção de reunir histórias de outras crianças que também sofreram consequências da repressão, além de buscar informações mais detalhadas sobre as circunstâncias em que as violências ocorreram.

Temas deste texto: