Criança que apanha corre mais risco de ter problema mental

Veículo: Folha de S. Paulo - SP
Compartilhe

Crianças que apanham correm risco maior de desenvolver problemas mentais quando adultas, incluindo distúrbios de humor e ansiedade, abuso de álcool e drogas. A conclusão está num estudo liderado por TracieAfifi, da Universidade de Manitoba (Canadá), no periódico "Pediatrics". A pesquisa considerou apenas formas "moderadas" de punição física, como empurrões ou tapas aplicados regularmente. Mais de 600 adultos nos Estados Unidos responderam às perguntas, e 6% relataram ter sofrido punições físicas durante a infância. Nesse subgrupo, o risco de problemas mentais era pelo menos 40% maior. "O estudo é importante porque sugere uma reflexão sobre a paternidade", diz o psiquiatra de crianças e jovens Victor Fornari, diretor do Sistema Judaico de Saúde de North Shore-LongIsland, em Nova York.

Temas deste texto: