DF: Educação integral em 23 escolas

Veículo: Correio Braziliense - DF
Compartilhe

O Governo do Distrito Federal lançou na manhã de ontem (25) o sistema de educação em tempo integral em 23 escolas de ensino fundamental. As crianças passarão 10 horas na unidade de ensino, onde desenvolverão atividades lúdicas e poderão, também, ter acompanhamento pedagógico nas disciplinas de maior dificuldade. O governador Agnelo Queiroz afirmou que a política de ensino em tempo integral será expandida para todas as 272 escolas do DF que já adotaram parcialmente esse sistema. Hoje, elas atendem cerca de 10% dos alunos em um período parcial de até oito horas diárias, não necessariamente todos os dias da semana. A nova proposta, no entanto, amplia a carga horária para 10 horas, de forma que os alunos entrarão às 7h30 e sairão apenas às 17h30, de segunda a sexta-feira.

Vulnerabilidade – Mais de sete mil crianças serão beneficiadas com o projeto. De acordo com o coordenador de Educação Integral no DF, Jeovany Machado dos Anjos, "todas as escolas foram selecionadas pelo nível de vulnerabilidade social ou educacional, que é definido pelos índices de evasão e reprovação".

Temas deste texto: