DF: Greve dos professores continua

Veículo: Correio Braziliense - DF
Compartilhe

Os professores do Distrito Federal decidiram manter a greve por tempo indeterminado. A decisão foi tomada pela maioria das 7 mil pessoas mobilizadas, segundo a Polícia Militar, que participaram da assembleia. A categoria avalia que as negociações com o Governo do Distrito Federal não avançaram desde o início da paralisação, dia 12 último. O Sindicato dos Professores (Sinpro-DF) estima que as escolas mais afetadas são as de Planaltina, Brazlândia e São Sebastião. Os centros educacionais do Guará, do Plano Piloto e do Cruzeiro são os com menor número de adesão ao movimento. Após reunião com a Presidência da Câmara Legislativa, o diretor do Sinpro, Washington Dourado, afirmou que os deputados prometeram mediar um acordo com o governo. Nova assembleia está marcada para terça-feira.

Temas deste texto: