DF: Guará investigou 100% dos casos de óbitos fetal e infantil

Veículo: Clica Brasília - DF
Compartilhe

As investigações de óbitos infantis nos hospitais da rede pública de saúde do Distrito Federal estão em níveis altos ou considerados satisfatórios. O Hospital Regional do Guará, segundo a Secretaria de Saúde, é a unidade que conseguiu, neste ano, investigar 100% dos casos, conforme dados preliminares. Na área de cobertura da regional, até o momento, foram registrados 24 óbitos, todos investigados, procedimento que apontou a Cidade Estrutural como sendo a localidade onde houve maior quantitativo de mortes infantis. Segundo a médica pediatra da Diretoria de Atenção Primária à Saúde do Guará – unidade responsável pelas investigações -, Leila Guimarães, a falta do acompanhamento pré-natal e o não acompanhamento das consultas de crescimento e desenvolvimento são as principais causas dos óbitos. A investigação dessas mortes, de acordo com a Secretaria, é uma importante estratégia de redução da mortalidade infantil e fetal. O prazo normatizado, pactuado e monitorado para a conclusão da análise dos óbitos é de até 120 dias após a ocorrência do evento.

Temas deste texto: