DF: Menino ou menina?

Veículo: Correio Braziliense - DF
Compartilhe

Os desafios da infância em investigar o outro e a si mesmo são tema do musical “O menino Teresa”, em cartaz no Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB), em Brasília (DF). No espetáculo, Teresa decide, apenas por uma tarde, virar um menino e descobre um mundo em que há mais igualdades do que diferenças. A garota imagina uma expedição, no estilo Indiana Jones, no quarto escuro e abandonado dos meninos. Com uma vela e um mapa, a menina expressa suas dúvidas e certezas sobre questões de gênero e tenta desvendar os mistérios que envolvem costumes e hábitos do mundo masculino. De acordo com o diretor, Marcelo Romagnoli, o musical é uma oportunidade para abordar a identidade. "Em ‘O menino Teresa’, discutimos gênero, trocamos identidades e ampliamos as possibilidades", afirma. As dúvidas sobre o outro sexo são apresentadas de forma divertida e suave, na qual vale mais a diversão, do que as certezas dos adultos. "Curiosidade é a palavra que move a infância", completa Romagnoli. Há somente mais uma atriz em cena, a instrumentista Tata Fernandes, que ajuda Teresa, vivida por Cláudia Missura, a entender o diferente universo.

Temas deste texto: