DF: Pelo olhar de uma criança

Veículo: Correio Braziliense - DF
Compartilhe

Frequentemente apontada como hermética e acessível apenas a entendidos, a produção contemporânea nem sempre precisa de legenda, especialmente quando o espectador é uma criança. Com a mente livre para fantasiar, os pequeninos são capazes de grandes descobertas e é nisso que aposta a exposição “A experiência da arte”, em cartaz no Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB),em Brasília (DF), como a segunda edição do projeto Arte para crianças. A mostra reúne alguns dos nomes mais importantes da arte contemporânea brasileira em um circuito pensado pelo curador Evandro Salles com a intenção de estreitar a distância entre a percepção infantil e a produção artística atual. Para Salles, é um equívoco encarar a arte como um processo educativo e montar exposições com estruturas didáticas. O foco é nas crianças, mas elas não são as únicas beneficiárias. Os artistas plásticos Waltércio Caldas, Cildo Meireles e Wlademir Dias-Pino dividem a maior galeria do espaço com obras inéditas em Brasília, além de  Ernesto Neto, Eduardo Coimbra, Paula Trope e Vik Muniz.

Temas deste texto: