DF: Reprovações e falta de creches na rede pública

Veículo: Correio Braziliense - DF
Compartilhe

A situação da educação no Distrito Federal enfrenta uma crise. No ensino médio, os índices de reprovação e de evasão estão altos. A distorção idade-série chega a 35,5%. Para crianças de até três anos, faltam creches. Hoje, 76,9% da população dessa faixa etária não tem cobertura na rede pública. De positivo, existem os dados sobre o ensino fundamental. A nota no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) é maior do que a nacional – 5,7 no DF, em 2011, contra 5 no Brasil – e todas as metas foram alcançadas. A reprovação é menor do que os 22,6% do ensino médio e alcança 13,3%. Mas está aquém dos níveis internacionais exigidos de, no máximo, 3%. Os números aparecem na pesquisa Educação Básica no Distrito Federal – Uma visão do Ideb, divulgada nesta quinta-feira (3) pela Companhia de Planejamento do DF (Codeplan). Das 31 regiões administrativas, 16 não contam com Centros de Educação Infantil, que atendem a crianças de quatro e cinco anos.

Temas deste texto: